2008/09/29

Ser portista

Cristian Rodriguez, o mais recente Judas do futebol português, aprendeu rapidamente os rudimentos do que é ser portista: a um jovem, provavelmente benfiquista (não é relevante, até porque eu próprio não o sou), que no Aeroporto Francisco Sá Carneiro lhe chamou "traidor", respondeu com o argumento dos burros: agredindo-o.

Profissional e digno, na senda de Bruno Alves, esse modelo de fair play que, na última temporada, nem sequer viu cartões amarelos...

1 comentário:

Arcebispo de Cantuária disse...

Ainda que fora de lugar, pois o comentário é pacífico, ao descobrir por visita chegada ao meu blogue, leitura da boa e, ali ao lado, o simbolo mágico do VITÓRIA e a "minha" (nossa) Arrábida (é mesmo "sem explicações", quem sabe percebe porquê), este "pexito" agora em terras de Azeitão não quis passar sem deixar uma saudação.